Educação Não Basta

Hoje: 28-05-2022

Página escrita por Rubem Queiroz Cobra
Site original: www.cobra.pages.nom.br

Todos acreditam que a educação e experiência de vida são o que constrói a maturidade do indivíduo. Espera-se que a educação promova o desenvolvimento dos povos, principalmente no que toca aos ideais de paz entre as nações, à distribuição de renda, à preservação do planeta, à segurança nas cidades e ao engrandecimento da cultura e do convívio amigável entre as pessoas. Mas isso não acontece. Não parece que a Educação e a experiencia de vida realmente tenham esse poder. O que vemos é que muitos homens, finamente educados, prósperos e socialmente bem-sucedidos, são capazes de praticar atrocidades espantosas quando seu comportamento se volta contra esses ideais e, por isso, poderia ser considerado inteligente, porém imaturo.

O mundo está mudando rapidamente e isto implica em grandes problemas para a Educação, muitos estudantes sentem a escola como um entrave, porque não acompanham estas mudanças, e decidem abandonar os estudos. Os problemas preocupam os pedagogos brasileiros que se veem impotentes ante a precariedade das condições de trabalho, a falta de mestres com uma boa formação, a fome endêmica em grandes regiões e a evasão escolar. Vejo como razão de tudo isto, a vastidão da imaturidade do nosso povo, em todos os níveis da vida em nosso país. Essa posição não é somente minha, muitos intelectuais de peso (porque também os temos) já manifestaram sua preocupação com está situação e apontam a imaturidade predominante como sua causa.

Veja, por favor, as páginas vinculadas: “Caminho da Maturidade Social“, “Maturidade e Imaturidade na Prática“, “Identificando o Comportamento Imaturo“, “O Mito do QI“, “Os Generais de Hitler” e “Dificuldades da Psicanálise“.

Rubem Queiroz Cobra

Página lançada em 07-02-2022.

Direitos reservados.
Para citar este texto: Cobra, Rubem Q. – Educação não basta. Site www.cobra.pages.nom.br, Internet, Brasília, 2022.