Academia de Herborn

Hoje:

Página escrita por Rubem Queiroz Cobra
Site original: www.cobra.pages.nom.br

Academia de Herborn, colégio ou gymnasium fundado em 1584 pelo Conde João Maurício de Nassau (João VI) e seu irmão Wiliam I, conde de Orange, chamado “o brasileiro”. Conhecida por Escola Johannea, a Academia tornou-se sucesso imediato e atraiu um corpo de estudantes internacionais. Seu primeiro reitor foi Kasper Olevianus, o coautor, com Zachary Ursinus, do Catecismo protestante de Heidelberg.

Desde a sua fundação em 1584, a Academia de Herborn perseguiu o objetivo ambicioso de modernização política através da educação de uma elite de líderes sociais para as igrejas reformadas e os governos europeus como um todo.

Faculdades de teologia, a filosofia, a jurisprudência e a medicina foram instaladas. Como a primeira universidade reformada na Alemanha, a Alma Mater Johannea, ou “Hohe Schule”. A pequena cidade de Herborn, em Nassau se tornou bem conhecida em toda a Europa durante 1584 e 1630. A Escola não só atraiu numerosos estudantes, entre eles Jan Amos Comenius, mas também reuniu mestres importantes, como Althusius, Caspar Olevian ou Kasper Olevianus (1536-1587), renomado teólogo alemão, e Jean Fischer, ou Johannes Piscator (1546-1625), teólogo e linguista que foi reitor de 1584 a1590.

A guerra e as mudanças políticas, no entanto, reduziram a importância da academia, até que foi fechada por Napoleão em 1812. O único remanescente das quatro faculdades é um seminário teológico, instalado no Castelo de Herborn.

Rubem Queiroz Cobra

Página lançada em 06-01-2011.

Direitos reservados.
Para citar este texto: Cobra, Rubem Q. – Academia de Herborn. Site www.cobra.pages.nom.br, INTERNET, Brasília, 2011.