Atualizada a 3 de março de 2020. em 01-03-2020.

A 24 de janeiro último faleceu  ‒ no Hospital Daher de Brasília‒,  Maria José Távora Queiroz Cobra, vítima de choque hipovolêmico hemorrágico na implantação de um cateter abdominal, durante o tratamento da hipertensão arterial sistêmica de que sofria. Seu corpo foi cremado no dia 27 em Valparaíso, e no dia 28 suas cinzas foram sepultadas  no Campo da Esperança, em Brasília. Nascida em Bom Jardim, PE, em 1932, Maria José Távora, como era mais conhecida, teve uma longa atuação, respectivamente nos laboratórios de restauração e conservação de livros e documentos da Imprensa Nacional e do Centro de Documentação da Universidade de Brasília. Estagiou no laboratório de restauração da Fundação Calouste Gulbenkian, e também nos laboratórios da Biblioteca Nacional de Lisboa. Fez visitas técnicas a vários laboratórios no exterior, como o Afonso Galo, em Roma, e aos laboratórios da Biblioteca do Congresso e da Biblioteca Pública de Boston, nos Estados Unidos, ao laboratório da Igreja Mormom, em São Paulo. Seu projeto em favor da preservação dos documentos coloniais teve o apoio do CNPq- Conselho Nacional de Pesquisa para o envio de consultas às secretarias de Cultura dos municípios e da Fundação Nacional Pro - Memória que lhe cedeu espaço para trabalho e difundiu seus objetivos. Esse trabalho rendeu um novo ímpeto e maior amplitude a projetos já existentes no setor da conservação de livros e documentos. Historiadores locais lhe enviaram seus livros, o que gerou uma pequena biblioteca posteriormente doada à Biblioteca da Universidade de Brasília. Levam o seu nome o Documentação Colonial, Lembrança de uma Campanha, o Pequeno Dicionário de Conservação e Restauração de Livros e Documentos, que teve duas edições esgotadas, e outros, como  Contribuição à Genealogia e História dos Távora no Brasil e co-autoria em Um Negociante do Século XVIII, que representaram uma incursão sua na genealogia. Sob a coordenação de Sandra Sazaque, foi Conservadora e Restauradora da Biblioteca do Palácio da Alvorada, residência oficial do Presidente da República, e fez intervenções de conservação e restauração nos livros da biblioteca do Memorial JK. Maria José teve a responsabilidade técnica dos textos sobre conservação e restauro de COBRA PAGES (Brasília, 03-03-2020)

----------------------------------------------------

As páginas mais antigas de "Cobra.pages.nom.br" são mostradas também nos sites que sucederam ao provedor GeoCites.com, no qual eu havia criado um mirror-site pago (por isso livre de anúncios) para www.cobra.pages.nom.br. Com o lamentável fechamento do GeoCities pela Yahoo.com, em 27-10-2009, as páginas continuaram a ser exibidas por websites que  sucederam o GeoCities, mas que ainda não oferecem aos autores meios para reeditarem  os seus textos. Sem a possibilidade de serem revisadas, essas páginas antigas não podem ser melhoradas e carecem de atualização.

----------------------------------------------------

Em 2019 criei a página "Esparsos", no diretório Temas de Filosofia. Seu plano de fundo é uma das ilustrações da pintora de aquarelas Jeannine Cobra. Na página Esparsos ouso expor alguns pensamentos meus sobre questões que considero intrigantes, ou erradas e prejudiciais, e também acontecimentos de maior significação dentro e fora da política. Meu desejo é que os textos estimulem os mais novos a incorporarem à sua personalidade atitudes de crítica política e social, para que se tornem participativos e interessados na solução dos problemas nacionais.

Nos anos 2018 e 2019 o Site COBRA PAGES passou por muitas dificuldades técnicas, que impediram o seu funcionamento correto  e a comunicação com seus leitores. O caminho de volta à sua atividade plena somente foi possível após romper o contrato com a BR.INTER.NET e, adquirir uma hospedagem nova  na CP&P, conseguir o certificado de "Site Seguro" e uma nova página de contacto para a comunicação com o Site. 

PARA FAZER MAIS FÁCIL E MAIS CONFORTÁVEL A LEITURA, COBRA PAGES NÃO COLOCA ANÚNCIOS AO REDOR DOS SEUS TEXTOS.

Cópias das páginas de COBRA PAGES são permitidas para uso pessoal. Clique em "PMF-perguntas mais freqüentes" no canto superior direito do cabeçalho da página-índice de qualquer um dos diretórios para saber mais sobre Direitos Autorais.

Se você encontrou nos textos de COBRA PAGES algo que mereça reparo,  faça, por favor, a sua crítica utilizando o link CONTACTO no alto desta página. Indique, por gentileza, o TÍTULO da página à qual o seu comentário se refere.
 

Obrigado por visitar COBRA PAGES! 
(
http://www.cobra.pages.nom.br)
Rubem Queiroz Cobra
Brasília, DF