Esclarecimentos Finais

Hoje: 28-05-2022

Página escrita por Rubem Queiroz Cobra
Site original: www.cobra.pages.nom.br

Para que a Campanha pela Maturidade seja um projeto bem compreendido, é necessário frisar que também se tentaria buscar, para ele, forças da própria sociedade como a colaboração de profissionais, que acreditem que a imaturidade que podem ver ao seu redor, é a responsável por tantos infortúnios e tanto atraso que se veem em todos os níveis e classes de nosso país. É importante também que estejam imbuídos do desejo da sua erradicação, para que o Brasil deixe de merecer o juízo de que não é um país sério. Pedagogos em consórcio com psicólogos, psiquiatras, sacerdotes e Orientadores Educacionais estariam na linha de frente dessa campanha. O trabalho é grande, mas tem um custo ínfimo, em todas as suas frentes, comparado ao que se gasta custeando práticas e métodos educacionais até hoje provados impotentes para mudar a nação, colocando-a no seu devido lugar de grande país.

Um evento coletivo, o baile de debutantes, que transcorre tradicionalmente na sociedade e que, em sua origem, não deixava de ser um treinamento para maturidade dos jovens, mas que perdeu essa finalidade transformando-se em uma festa sem parâmetros de comportamento ou interesse no amadurecimento social dos adolescentes, pode ser recriado como promotor desse amadurecimento. Ocorrendo a aceitação da campanha pela maturidade, espera-se que também os pedagogos a abracem, trabalhando com os profissionais citados para que seja realizada nas entidades de ensino ou de promoções sociais, aperfeiçoando o que já é feito nessa área ou criando um impulso nesse sentido novo, mais específico, escolhendo práticas que não apenas ampliem a visão madura das pessoas, mas que sejam bastante fortes para criar uma espécie de “estado maduro” permanente em cada uma. Podem preparar os mestres nesse sentido. Também as associações de psicólogos poderão contribuir, como já foi dito, por meio de conferências para difusão da preocupação com a maturidade.

Rubem Queiroz Cobra

Página lançada em 07-02-2022.

Direitos reservados.
Para citar este texto: Cobra, Rubem Q. – Esclarecimentos finais. Site www.cobra.pages.nom.br, Internet, Brasília, 2022.