Epicurismo

Hoje: 29-11-2021

Página escrita por Rubem Queiroz Cobra
Site original: www.cobra.pages.nom.br

O epicurismo é uma doutrina a respeito da felicidade neste mundo, e aponta como caminho para ela é uma vida prazerosa, sem excessos. Em outras palavras, Epicurismo significa um sistema filosófico que inclui uma teoria de conduta, da natureza e da mente.

No entanto, prazer na Moral epicurista não significa um estado de bem estar e perfeição, por um trabalho cujo resultado conhecido possa trazer satisfação pela consciência de valor do que foi realizado. Significa o próprio prazer, o prazer diretamente dos sentidos. O epicurista não busca a fama nem o poder, mas os prazeres dos sentidos conforme a melhor apreciação de cada indivíduo: iguarias para quem prefere os prazeres da mesa, os jogos ou a praia pelo simples prazer de jogar e de espairecer, etc.

Porém, que este prazer seja convenientemente moderado, e ele será gozado mais vantajosamente se entre amigos, e não solitariamente.

Como você provavelmente já sabe, Epicuro, de quem este sistema leva o nome, era grego. Nasceu em Samos no ano 341 aC, e, em 307 aC, fundou uma escola em Atenas. Morreu em 270 aC, calculo que estaria então com 71 anos. A Filosofia para ele era “a arte de tornar a vida feliz”.

O propósito da vida, de acordo com Epicuro, é a felicidade pessoal; Além disso, esse prazer é sensual. É o objetivo imediato de cada ação humana..Sua ideia de prazer difere daquele da Escola cirenaica que o precedeu. Os cireneus buscavam os prazeres momentâneos de alegria e emoção.

O prazer de Epicuro é, no mínimo, um estado, de, “a ausência da dor [física] a da ansiedade [mental]”.

Portanto O homem que é sábio, deseja não a vida mais longa, mas a mais prazerosa.

É por causa dessa condição de prazer permanente, ou tranquilidade, que as virtudes são desejáveis. Segundo Epicuro, nós não podemos viver agradavelmente sem viver de forma prudente, gentilmente, e com justiça, e não podemos viver de forma prudente, gentil e justa, sem viver prazerosamente.

As virtudes, em suma, são para serem praticadas não para por próprio valor, mas unicamente como garantia de prazer.

Os defeitos desta teoria de vida são óbvios. Em primeiro lugar, a experiência mostra concretamente, que a felicidade não é melhor encontrada se buscada de modo direto. Em segundo lugar, esta teoria destrói completamente a virtude como virtude,

Uma observação similar pode ser feita sobre a teoria epicurista da amizade. Amizade por causa de uma vantagem não é amizade verdadeira no sentido próprio da palavra.

Todos os seres humanos, por natureza, procuram uma vida agradável. O melhor caminho para a vida agradável é através de uma vida de satisfação moderada. A prudência, disse ele, é a parte mais nobre da filosofia.

Rubem Queiroz Cobra

Página lançada em 24-02-2011.

Direitos reservados.
Para citar este texto: Cobra, Rubem Q. – Epicurismo. Site www.cobra.pages.nom.br, Internet, Brasília, 2011.