Constantyn Huygens

Hoje: 20-09-2021

Página escrita por Rubem Queiroz Cobra
Site original: www.cobra.pages.nom.br

Huygens, Constantyn. Nascido em 1596, falecido em 1687 em Haia, Holanda, foi um versátil intelectual da renascença holandesa, que fez notáveis contribuições nos campos da diplomacia, cultura, música, poesia e ciência. Seu trabalho diplomático levou-o várias vezes à Inglaterra onde conheceu e sofreu a influência de John Donne e Francis Bacon. Ele traduziu 19 dos poemas de Donne e foi apresentado por Bacon à Nova Ciência, o que ele por sua vez introduziu na Holanda como um assunto para poesia.

Entre os escritos de Huygens num extremo está o Costelyck mal (“Esquisitamente tolice”) de 1622, uma sátira da refinada ostentação da mulher da cidade, e no outro extremo Scheepspraet (“Conversa barata”) sobre a língua de nível mais baixo, e Trijntje Cornelis (1653) uma farsa realista escrita com o sabor do homem da rua, que é seu assunto. Huygens via a poesia somente como um pequeno passatempo, como os títulos de sua coleção de poesias indicam, por exemplo Otia of ledighe uren (O fruto da desocupação ou Horas vazias), de 1625.

Rubem Queiroz Cobra

Página lançada em 00-00-1997.

Para citar este texto: Cobra, Rubem Queiroz – NOTAS: Vultos e episódios da Época Moderna. Site www.cobra.pages.nom.br, Internet, Brasília, 1997.