Meïr Aron Goldschmidt

Hoje: 27-10-2021

Página escrita por Rubem Queiroz Cobra
Site original: www.cobra.pages.nom.br

Goldschmidt, Meïr Aron (1819-1887) escritor dinamarquês de origem judia, cujo conhecimento íntimo dos costumes e da psicologia dos judeus ortodoxos na Dinamarca constitui o fundo de muitas de suas novelas e contos. Foi a escola em Copenhague e planejou estudar medicina, mas tornou-se um jornalista. Em 1840 fundou o Corsaren, um semanário satírico expondo suas ideias radicais. Sua própria contribuição, espirituosa e frequentemente politicamente ambígua, tornou a publicação influente. Uma rixa com Kierkegaard levou-o a desistir do seu periódico e ir ao exterior em 1846. Seu primeiro romance, En Jode (1845) descreve o abismo entre o judeu e a sociedade dinamarquesa.

Retornando em 1847 à Dinamarca, Goldschmidt abandonou o radicalismo e fundou um novo periódico, Nord og Syd, no qual sua novela Hjemlos (o qual ele mesmo traduziu para o inglês como Homeless (1861-“Sem teto”) foi publicado em série (1853-1857). Ele visitou a Inglaterra várias vezes e pensou em se fixar lá, mas decidiu permanecer como um escritor dinamarquês. Na década de 1860 ele era olhado como o mais importante romancista da Dinamarca, mas sua influencia depois decaiu em face do novo movimento radical liderado por George Brandes.

As melhores descrições da vida dos judeus em Goldschmidt estão em seus contos, incluídos na coleção Maser, Levi of Ibald, e Mendel Herz, e em Ravnem (1867), uma das romances notáveis do século XIX, o qual retrata os judeus com uma mistura incomum de simpatia e ironia. Vários trabalhos, notadamente Erindriger fra min Onkels Hus, no Fortaellinger (1846) descreve a vida em uma cidade provincial. Goldshmidt é um estilista exótico, especialmente em seus contos. Sua filosofia de justiça retributiva, ou nemesis, subjaz a maior parte de seus romances, e também suas memórias Livserindringer of Resultater (1877).

Rubem Queiroz Cobra

Página lançada em 00-00-1999.

Direitos reservados.
Para citar este texto: Cobra, Rubem Q. – NOTAS: Vultos e episódios da Época Contemporânea. Site www.cobra.pages.nom.br, Internet, Brasília, 1999.