O Essencial de Stoetzel

Hoje: 27-09-2021

Página escrita por Rubem Queiroz Cobra
Site original: www.cobra.pages.nom.br

 Jean Stoetzel (1910-), psicólogo social e sociólogo francês, introduziu na França as primeiras técnicas de sondagem da opinião pública.

 Nascido em Saint-Die, em 1943 obteve um doutorado em literatura, com uma brilhante tese, A teoria de opinião. Professor de Ciências Sociais da Universidade de Bordeaux 1945-1955, ano em que mudou-se para a Sorbonne, em Paris, onde criou a primeira cátedra de psicologia social na França. Fundou o Instituto Francês de Opinião Pública e as revistas Sondagens e a Revue Française de Sociologie.

 Stoetzel aperfeiçoou na França o sistema de pesquisas, mediante a introdução do método de sondagem de opinião.

 Para Stoetzel, a introdução da matemática em um ramo da ciência significava “substituir o profundo pelo explícito, o confuso pela análise e o substancial pelo operacional. Assim, deu uma orientação científica para as pesquisas de opinião pública e de atitudes.

 Na psicologia social deu destaque a cinco temas principais: a relação do indivíduo com sua cultura; a influência das condições sociais sobre a psicologia individual, a personalidade e o status social, relações interpessoais e a psicologia das relações intergrupais. Sua maior contribuição foi para enriquecer as idéias sobre o indivíduo e o grupo, trazendo os conceitos de outras culturas e sociedades.

 Em sua obra destacam-se: Um estudo experimental das opiniões (1943); Pesquisas de opinião pública (1948) e Psicologia social (1963).

Rubem Queiroz Cobra

Página lançada em 31-01-2011.

Direitos reservados.
Para citar este texto: Cobra, Rubem Q. – O essencial de Stoetzel. Site www.cobra.pages.nom.br, Internet, Brasília, 2011.