O Essencial de Horney

Hoje: 20-09-2021

Página escrita por Rubem Queiroz Cobra
Site original: www.cobra.pages.nom.br

Karen Horney (1885-1952). Psiquiatra, nascida em Hamburgo e educada nas universidades de Freiburg e Berlim, onde foi professora do Instituto de Psicanálise 1920-1932, quando emigrou para os Estados Unidos.

Depois de ser diretora associada durante dois anos, lecionou no Instituto de Psicanálise de Nova York (1934-1941), tornando-se decana do Instituto Americano de Psicanálise (que havia ajudado a fundar) em 1941 e um ano mais tarde, professora do New York Medical College.

Horney fundou uma escola neo-freudiana de psicanálise com base na suposição de que muitos tipos de neuroses são o resultado de conflitos emocionais que começam na infância e problemas nos relacionamentos interpessoais.

Horney acreditava que tais problemas estavam em grande parte determinados pelos padrões socialmente estabelecidos de comportamento no grupo social no qual o indivíduo vivia, em vez de pelos impulsos instintivos de que Freud falava.

Seus escritos incluem, A personalidade neurótica do nosso tempo (1937); Novas perspectivas da psicanálise (1939); Auto-análise (1942); Nossos conflitos internos (1945) e Neurose e Desenvolvimento Humano (1950).

Rubem Queiroz Cobra

Página lançada em 31-01-2011.

Direitos reservados.
Para citar este texto: Cobra, Rubem Q. – O essencial de Horney. Site www.cobra.pages.nom.br, Internet, Brasília, 2011.