O Essencial de Fechner

Hoje: 20-09-2021

Página escrita por Rubem Queiroz Cobra
Site original: www.cobra.pages.nom.br

 Theodor Gustav Fechner (1801-1887), filósofo, físico e psicólogo alemão, é considerado o fundador da psicofísica e, portanto, da psicologia experimental. Nasceu em Gross Särchen , na Baixa Lusatia. Estudou medicina e física nas Universidades de Dresden e de Leipzig, onde viveu a maior parte de sua vida.

 Foi professor de Física na Universidade de Leipzig de 1834-1839. Devido a uma doença não inteiramente diagnosticada que ameaçou deixá-lo cego, ficou impossibilitado de lecionar, situação que favoreceu empregar sua inteligência e sua criatividade no campo da filosofia e da investigação psicológica.
Sua obra mais notável, Elementos de Psicofísica (1860), exerceu uma enorme influência sobre o estudo da sensação e da percepção, não apenas pela teoria, mas também pelo método experimental que revelou. Baseando-se na que ele chamou “Lei de Weber“, criou a lei Fechner, que estabelece a relação quantitativa entre os sentimentos psíquicos e os estímulos físicos que os produzem, hoje um dos princípios básicos da percepção.

 Para produzir evidências da validade de sua lei, iniciou a aplicação de técnicas de laboratório para estudo de fenômenos psíquicos, a chamada psicologia experimental.
Escreveu numerosas obras em uma variedade de gêneros, desde livros de química, física e investigação, até mesmo histórias humorísticas. Expôs o seu pensamento filosófico no Zend-Avesta: ou sobre as coisas do céu e da vida após a morte (1851). Sob o pseudônimo de “Dr. Mises”, escreveu a Anatomia comparada dos anjos, peça curta em que afirmava que os anjos devem ser esféricos porque esta era a mais perfeita forma geométrica.

Rubem Queiroz Cobra

Página lançada em 31-01-2011.

Direitos reservados.
Para citar este texto: Cobra, Rubem Q. – O essencial de Fechner. Site www.cobra.pages.nom.br, Internet, Brasília, 2011.