COBRA PAGES
e seus objetivos
 

reg.

COBRA PAGES: páginas em Educação e Cultura
Filosofia Moderna -  Filosofia Contemporânea - Filosofia no Brasil - Temas de Filosofia - Psicologia e Filosofia da Educação - Teatro Pedagógico - Higiene - Boas Maneiras e Etiqueta - Contos - Restauro - Genealogia - Geologia - Livros do Autor - CONTACTO - ÍNDICE

 

PMF-perguntas
mais freqüentes


Quem somos

 
 
 

NOVIDADES DO SITE

ALTHUSIUS

Vida, época, filosofia e obras de Johannes Althusius - Parte I

Página escrita por
Rubem Queiroz Cobra
(Site original: www.cobra.pages.nom.br)


Páginas 1 2 3 >> próxima                        

Johannes Althusius (Althaus Johannes) foi umjurista e filósofo político calvinista, nascido em 1557 em Diedenshausen na Vestfália, na fronteira do condado de Nassau, uma região de forte influência Calvinista. De origem humilde, graças à ajuda de um dos Condes de Nassau estudou filosofia, direito e teologia primeiro em Colônia, em 1581, onde se familiarizou com o pensamento de Aristóteles. Em seguida, estudou seguida, na Basileia

Na Basileia, onde ensina História e Teologia, Althusius permaneceu com seu   amigo Johann Grinaeus, com quem manteve correspondência ao longo de sua vida, e fez conhecimento com o  protestante François Hotman, integrante do movimento anti-monarquista dos monarchomaques, grupo que considerava um dever cívico a violência justa e a revolta contra a tirania, ainda que isto implicasse o assassinato do tirano. Esteve brevemente em Genebra (1585-1586), onde completou a sua formação em ciência jurídica e lógica com Denis Godfrey, um renomado especialista em Direito Romano.

Em 1586 obteve doutorado em utro jure (Direito outro que não o eclesiástico), na Basileia, com a tese intitulada Arte de jurisprudentiæ Methodice digestæ libri Romanae, que publica no mesmo ano como seu primeiro livro (Juris Romani Libri Duo) e que reformulará várias vezes depois. Então é influenciado pelas idéias  de Calvino, que viveu nesta cidade de 1536 a1538, e depois, de 1541 até sua morte, em 1564.

Concluídos seus estudos  em Outubro de 1586, Althusius é chamado para integrar o corpo docente da Faculdade de Direito da Academia  protestante de Herborn , fundada dois anos antes, em 1584, pelo Conde João de Nassau. Além de professor de direito Romano, que ocupou por 17 anos, e de ensinar filosofia e teologia, tornou-se, em 1595, membro do conselho do condado de Nassau.. Em 1597 foi nomeado Reitor do Colégio Herborn. Durante este período, ele também fica em Steinfurt, em Siegen, onde se casou, e em Heidelberg. Casou em 1596 em Siegen com Margarethe Neurath, nascida em 1574, com quem teve pelo menos seis criança

Em 1599 e 1600, é reitor do colégio  de Siegen, cidade da Alemanha localizada no distrito de Siegen-Wittgenstein, na região administrativa de Arnsberg, estado da Renânia na Vestfália-Norte, e em seguida, em 1602, reitor do Colégio de Herford, fundado em 1540 na cidade do mesmo nome situada na confluência dos rios Aa e Werre, na região Norte da Westfalia.

No exercício de suas funções, ele defende vigorosamente a liberdade acadêmica contra a prepotência da nobreza e do clero. Em 1601 publicou um volume de Conversationis Moral Civilis duo libri e, dois anos depois, seu principal   trabalho, a Politica digesta Methodice, que recebe atenção especial dos círculos acadêmicos, mas que também lhe valeu algumas críticas por parte dos teólogos e dos jesuítas. 

Em 1603, foi oferecido Althusius pelos habitantes da cidade portuária de Emden, na Frísia Oriental, a posição de Síndico ou prefeito da cidade. O filósofo não só era um intelectual respeitado, como também Johann Alting, que fora seu aluno em Herborn e o admirava, o teria recomendado ao seu pai, o reverendo Menno Alting, membro do Conselho da cidade. Althusius, portanto, mudou-se para Emden a 19 de julho de 1604, após a assinatura de um contrato vantajoso com a municipalidade, aprovado unanimemente pelo Conselho dos Quarenta. Ele permanecerá em Emden até sua morte, em 1638, com excepcional proveito para a comunidade.

Cidadão de Emden, advogado militante, membro do Conselho dos Quarenta, além de prefeito, é representante da cidade a dieta da província, bem como a corte imperial, , o que lhe permite gozar de um estatuto diplomático. Em 1617 foi eleito Ancião da Igraja de Emden e torna-se membro do presbitério local. Enquanto isso, ele publicou duas novas edições do Politica (1610 e 1614).  Escreveu um grande tratado, o Dicæologicæ (1618), um enorme trabalho em que tenta construir um sistema jurídico único e compreensivo do Direito Bíblico, do Direito Romano e de outras leis ordinárias de seu tempo. Sua correspondência contem condenações frequentes às opiniões teológicas de seguidores de Armênius, e critica também o Ordinum Hollandiae ac Westfrisiae Pietas (1613), de Hugo Grotius, argumentando que ele poderia solapar o direito e a liberdade da igreja por transferir funções eclesiásticas ao governo civil.

Liderando as atividades religiosas e políticas, ele pode aplicar na prática  suas teorias sobre a autonomia ea liberdade de "estados". Em cada grande conflito entre a cidade eo Igreja, sua opinião é predominante. Neste momento gosa de uma situação moral tão importante como a de Calvino em Genebra. Althusius morreu em Emden a 12 agosto de 1638, na idade de oitenta e um anos.

Páginas 1 2 3 >> próxima 

Rubem Queiroz Cobra

R.Q.Cobra
Doutor em Geologia
e bacharel em Filosofia.
Página lançada em. 08-01-2011.

Direitos reservados.
 Para citar este texto:
Cobra, Rubem Q. - Vida, época, filosofia e obras de Johannes Althusius - Parte I. Site www.cobra.pages.nom.br, INTERNET, Brasília, 2011 
("www.geocities.com/cobra_pages" é "Mirror Site" de www.cobra.pages.nom.br).

Utilize a barra de rolagem desta janela de texto para ver as NOVIDADES DO SITE
Obrigado por visitar COBRA PAGES