Vultos e episódios da Época Moderna

Para retornar
à página de
COBRA PAGES
em que estava,
use a seta de
volta do seu
navegador

Halley, Edmond. Nascido a 8 novembro de 1656 em Haggerston, Shoreditch (perto de Londres), Inglaterra, faleceu em 14 de janeiro de 1742 em Greenwich (perto de Londres), Inglaterra. Diplomado de Oxford e tornou-se a membro da Royal Society com a idade de 22 anos.

Da ilha de Santa Helena, Halley catalogou (1676-78) as posições de aproximadamente 350 estrelas do hemisfério sul e observou um trânsito de Mercúrio. Propôs usar trânsitos de Mercúrio e de Vênus para determinar a distância do sol. Valendo-se da sua teoria de órbitas dos cometas calculou que o cometa de 1682 (chamado hoje cometa de Halley) era periódico, e predisse que retornaria em 76 anos.

Em 1710, usando o catálogo de Ptolomeu, deduziu que as estrelas devem ter movimentos próprios pequenos e foi capaz de detectar este movimento próprio em três estrelas. Halley foi apontado professor de geometria em Oxford em 1704. Em 1720 sucedeu a John Flamsteed como astrônomo real.

No observatório de Greenwich usou o primeiro instrumento de agrimensura, e planejou um método para determinar a longitude no mar por meio das observações lunares. Outras atividades de Halley variaram desde estudar arqueologia até servir como funcionário do reino em Chester. Foi parte integral da comunidade científica inglesa no período mais alto de sua criatividade.

Halley desempenhou um papel ativo nos eventos e nas controvérsias de seu tempo. Apoiou Newton em sua contenda com Leibniz sobre quem teria inventado o cálculo, enquanto servindo como secretário de um comitê criado pela Sociedade Real para resolver a disputa. Halley pacificou também o astrônomo Johannes Hevelius a respeito da exatidão disputada dos métodos para medir posições estelares. Entretanto a contribuição maior de Halley à matemática pode ter sido ele haver persuadido Newton a publicar seu trabalho. Não fosse por Halley o Principia, descrito freqüentemente como o maior livro científico da época moderna, poderia nunca ter sido escrito.

R.Q.Cobra
Doutor em Geologia
e bacharel em Filosofia.
1997

 

Para citar este texto: Cobra, Rubem Queiroz - NOTAS: Vultos e episódios da Época Moderna. Site www.cobra.pages.nom.br, INTERNET, Brasília, 1997 ("www.geocities.com/cobra_pages" é "Mirror Site" de www.cobra.pages.nom.br)