COBRA PAGES
e seus objetivos
 

reg.

COBRA PAGES: páginas em Educação e Cultura
Filosofia Moderna -  Filosofia Contemporânea - Filosofia no Brasil - Temas de Filosofia - Psicologia e Filosofia da Educação - Teatro Pedagógico - Higiene - Boas Maneiras e Etiqueta - Contos - Restauro - Genealogia - Geologia - Livros do Autor - CONTACTO - ÍNDICE

 

PMF-perguntas
mais freqüentes


Quem somos

 


Vultos e episódios da Época Moderna

Para retornar
à página de
COBRA PAGES
em que estava,
use a seta de
volta do seu
navegador

Copérnico, Nicolau (1473-1543), nascido a 19 de fevereiro de 1473 em Torun, Polônia, faleceu em 24 de maio de 1543 em Frombork, Polônia. Copérnico demonstrou através de tabelas de observação celeste que a terra tinha um movimento diário sobre seu eixo e um movimento anual em torno de um sol estacionário.

Copérnico recebeu uma instrução humanista padrão, estudando primeiramente na universidade de Krakow (então a capital da Polônia) e viajando depois à Itália onde estudou nas universidades da Bolonha e da Pádua e supõe-se que tenha se preparado em teologia na universidade de Ferrara. Em Krakow, em Bolonha e em Pádua estudou as ciências matemáticas, que eram consideradas naquele tempo relevantes para medicina (porque os médicos empregavam astrologia).

 Pádua foi sempre famosa pela sua escola de medicina e lá Copérnico estudou medicina e grego. Quando retornou à sua terra natal, praticou a medicina, embora seu emprego oficial fosse como Cônego no capítulo da catedral, trabalhando sob um tio materno que foi bispo de Olsztyn (Allenstein) e então era bispo de Frombork (Frauenburg).

Quando estava na Itália, Copérnico visitou Roma, e parece que foi endereçado a amigos de lá que escreveu aproximadamente em 1513 uma curta apresentação do que depois ficou conhecido como a teoria de Copérnico, ou seja, que o sol (não a terra) está no centro do universo. Uma apresentação plena da teoria aparentemente demorou a encontrar uma forma satisfatória, e somente foi publicado ao fim da vida de Copérnico, sob o título De revolutionibus orbium coelestium, (Nuremberg, 1543).

 Relata-se que Copérnico recebeu a primeira cópia do livro impresso em seu leito de morte. A cosmologia heliocêntrica e heliostática de Copérnico implicava dar diversos movimentos distintos à terra. Foi considerada, consequentemente, implausível pela vasta maioria de seus contemporâneos, e pela a maioria dos astrônomos e filósofos naturais de sucessivas gerações até o meio do décimo sétimo século. Seus defensores mais notáveis foram Johannes Kepler (1571 -1630) e Galileu Galilei (1564 - 1642).

R.Q.Cobra
Doutor em Geologia
e bacharel em Filosofia.
1997

Para citar este texto: Cobra, Rubem Queiroz - NOTAS: Vultos e episódios da Época Moderna. Site www.cobra.pages.nom.br, INTERNET, Brasília, 1997 ("www.geocities.com/cobra_pages" é "Mirror Site" de www.cobra.pages.nom.br)