COBRA PAGES
e seus
objetivos
--
Quem somos

reg.

COBRA PAGES: páginas em Educação e Cultura
Filosofia Moderna -  Filosofia Contemporânea - Temas de Filosofia - Psicologia e Educação
Boas Maneiras e Etiqueta -
Contos - Restauro - Genealogia - Geologia - Livros - CONTACTO

 

PMF-perguntas
mais freqüentes

ÍNDICE & BUSCA

 


Vultos e episódios da Época Moderna

Para retornar
à página de
COBRA PAGES
em que estava,
use a seta de
volta do seu
navegador

Carlos II da Inglaterra (1630-1685), filho mais velho de Carlos I e Henrieta Maria, refugiado na França, foi proclamado rei da Escócia após a execução de seu pai. Comandando um exército escocês, tentou a invasão da Inglaterra (1651), mas foi derrotado por Cromwell e fugitivo durante 40 dias na Inglaterra , protegido por súditos leais, logrou escapar de novo para a França. Sem apoio dos reis da Europa, nada pode fazer até a morte de Cromwell, quando os ingleses, inclusive os generais do exército de Cromwell, temendo a desintegração do país com a sucessão de Cromwell (um filho seu tentou governar a Inglaterra após a morte do pai), leva o Parlamento a convidar Carlos a retornar à Inglaterra em 1660. Governou (1660-1685) dominado pelo Parlamento.

Em 1662 Carlos II casou com Catarina de Bragança, filha de dom João IV. O casamento foi político e o Rei se ocupou mais de sua amante que de sua mulher. O casamento deu à Inglaterra privilégios comerciais com Portugal e as colônias portuguesas, além dos portos de Tanger (no Marrocos) e Bombaim (na Índia). Em troca, a Inglaterra prometeu proteger a independência de Portugal contra a Espanha. Quando ficou aparente que Catarina não teria filhos, levantou-se uma intriga (O Golpe Papal) no sentido de destruir o casamento de modo que Carlos pudesse casar com uma protestante. Em 1678 acusaram Catarina de tentar envenenar o Rei a fim de por no trono seu irmão católico Jaime. Mas Carlos II não duvidou da inocência de Catarina e deu-lhe apoio até que a questão ficasse esclarecida. Catarina levou-o a reconciliar-se com a Igreja Católica pouco antes dele morrer em 1685, e em 1692 ela retornou a Portugal. Em 1704 ela tornou-se regente de Pedro II, que estava doente. Nascida em 1638, faleceu em dezembro de 1705 em Lisboa. Jaime II, católico (1685-88), irmão e sucessor de Carlos II, tentou sufocar a igreja anglicana. O Parlamento reagiu e o depôs; chamou Maria Stuart, sua filha, protestante (Maria II da Inglaterra 1689-94) que reinou conjuntamente com seu marido Guilherme de Orange, da Holanda (Guilherme III da Inglaterra). Jaime II fugiu para a França. A partir de Guilherme III o monarca inglês é figura decorativa. Guilherme e Maria não tiveram filhos. Sucederam-lhes sua irmã Anne em 1702.

R.Q.Cobra
Doutor em Geologia
e bacharel em Filosofia.
1997

Para citar este texto: Cobra, Rubem Queiroz - NOTAS: Vultos e episódios da Época Moderna. Site www.cobra.pages.nom.br, INTERNET, Brasília, 1997 ("www.geocities.com/cobra_pages" é "Mirror Site" de www.cobra.pages.nom.br)