COBRA PAGES
e seus
objetivos
--
Quem somos

reg.

COBRA PAGES: páginas em Educação e Cultura
Filosofia Moderna -  Filosofia Contemporânea - Filosofia no Brasil - Temas de Filosofia - Psicologia e Educação - Teatro Pedagógico - Higiene - Boas Maneiras e Etiqueta - Contos - Restauro - Genealogia - Geologia - Livros do Autor - CONTACTO

 

PMF-perguntas
mais freqüentes

ÍNDICE & BUSCA

 

Boa Educação no Trânsito: o que você pensa da FAIXA DE PEDESTRES? Para saber mais clique AQUI.

 
 

NOVIDADES DO SITE

BOAS-MANEIRAS E ETIQUETA NA ESCOLA - II

Página escrita por
Rubem Queiroz Cobra

anterior << PÁGINAS 1< 2                                

 


Boa educação na Escola

1.      Não tentar convencer colegas e professores de que não se preocupa com Boas-maneiras e Etiqueta, ou de que suas normas dependem apenas do bom senso e são de fácil dedução, e estão fora de moda. Ao contrário, mostre interesse no assunto junto ao diretor, ao orientador ou ao seu professor, a fim de que na reunião dos professores seja aprovado um pequeno curso extracurricular nessas disciplinas. Deve lembrar-se de que o conhecimento de Boas-maneiras e Etiqueta contribuirá para o êxito em sua vida tanto quanto os conhecimentos técnicos que dominar e de que o ambiente usualmente tolerante no seio da família não favorece esse aprendizado.

2.      Não rir de como se veste, ou como fala, ou de um defeito físico ou tique nervoso de um colega.

3.      Não estar a rir sem motivo, por pura excitação, ou apenas para acompanhar risadas de outros.

4.      Não colocar apelidos, bons ou maus, gentis ou não, nos colegas, ou chamá-los apenas pela primeira parte mais comum de um nome composto: não apenas José, mas José Henrique; não apenas Maria, mas Maria do Socorro.

5.      Não demonstrar impaciência, rir ou fazer piadas com a dificuldade de um colega em entender o óbvio, ou se ele faz uma colocação ingênua.

6.      Não estar a todo instante querendo responder antes dos outros, levantando a mão para que o professor o escute e não aos outros. Não dominar um debate na classe ao ponto de tirar dos demais a oportunidade de falar.

7.      Não cochichar nem enviar bilhetinhos durante a aula, trocar mensagens pelo celular, ou comunicar-se por mímica.

8.      Diante da tentativa de um colega de conversar e contar anedotas na sala, espalmar uma das mãos sinalizando que pare, e dizer com discrição que conversará no intervalo ou recreio. O gesto com a mão é importante para o professor perceber que aquele aluno não está conversando, mas justamente o contrário, procurando evitar ter sua atenção desviada pelo companheiro.

9.      Não usar sobre o uniforme símbolos religiosos e esotéricos, de gangs ou de seitas, partidários ou de clube, nem sobre a pele qualquer tipo de tatuagem.

10.  Tomar a iniciativa de organizar um grupo colegas para visitar um colega doente ou acidentado.

11.  Não fazer convites exclusivos para uma festa estando na Escola, e sim por telefone ou e-mail, para não provocar sentimentos nos colegas que não forem convidados, de se sintirem excluídos. Responder com a mesma discrição, tão prontamente quanto possível a um convite recebido nessa condição.

12.  Educar a voz para cantar e conversar. Não cantar de modo estridente, fazendo a voz sobressair à das demais pessoas. Conversar com a altura de voz necessária para ser ouvido a um metro e meio de distância. Para uma distância maior, procurar aproximar-se para falar.  Não gritar por outra pessoa no corredor ou no pátio da Escola, ou de um extremo a outro da sala de aula. Falar sem pressa, e evitar gírias.

13.  Evitar polemizar com o professor em sala de aula, ou argumentar com ele de modo desrespeitoso. Discordando de alguma coisa que considere importante esclarecer, procure por ele na sala dos professores, ou ligue para ele em casa, ou passe um e-mail explicando seu ponto de vista e pedindo que ele esclareça melhor a questão que lhe suscitou dúvidas, ou reconsidere alguma atitude que o aluno julga injusta.

14.  Não deixar de cumprimentar com um aceno de cabeça ou uma curta saudação qualquer dos professores pelos quais passar no corredor ou na entrada da Escola, ainda que não seja aluno dele. No recinto da Escola não se cumprimenta com beijinhos, abraços ou apertos de mão, mas apenas com palavras e uma leve inclinação de cabeça para uma pessoa mais velha.

15.  Não chegar atrasado, afim de não ter problemas com o disciplinário. Deve fazer um cálculo do tempo que gastará no trajeto até a Escola e acrescentar um tempo extra como margem de segurança. Essa margem pode equivaler ao intervalo entre dois ônibus, no caso de poder perder o primeiro, ou ao tempo que provavelmente perderá em um engarrafamento habitual no seu trajeto, etc.

16.  Ao chegar à Escola, dirigir-se ao banheiro para lavar as mãos, recompor os cabelos e o uniforme, se necessário. Verificar se as unhas estão limpas.

17.  Evitar posturas que indiquem indolência e desatenção na sala de aula. Não colocar um pé sobre uma cadeira, não se apoiar na mesa ou carteira Escolar do colega sentado à sua frente. Não correr ou andar demasiado apressado e desatento, provocando encontrões com as pessoas. Não pare para conversar em passagens estreitas, nas portas e escadas.

18.  Deixar o som do aparelho celular desligado durante a aula, e ligar no intervalo para os números que encontrar no menu de “ligações não atendidas”. Informar aos pais o horário do intervalo entre as aulas mais próprio para receber ligações.

19.  Levar na mochila uns três lenços ou guardanapos de papel que poderá utilizar para limpar o nariz após um espirro, descartar chicletes, enxugar suor do rosto e das mãos onde não dispuser de água e sabão, e outros empregos que se façam necessários.

20.  Estar atento(a) ao modo como deve tratar cada um com cortesia, sem se deixar envolver ou se tornar dependente, ou objeto de interesse e abuso em qualquer relacionamento.

21.  Estudar ainda que superficialmente a personalidade dos colegas e ouvir as queixas das colegas “coitadinhas de mim”, aceitar as interrupções do que está dizendo pelos “professorzinhos”, concordar com algum aspecto do que diz um “contestador” habitual, elogiar os que praticam “o meu é melhor que o seu”, etc. Ter algumas frases adequadas para mostrar simpatia por cada um desses tipos e ao mesmo tempo poder se afastar dele.

22.  Não competir, porem fazer o melhor que puder em qualquer atividade. Primeiros lugares trazem muitos problemas psicológicos, a menos que sejam alcançados sem a preocupação de superar outras pessoas e simplesmente pelo prazer de alcançar o máximo de êxito no que faz.

23.  Se houver lanche ou almoço na Escola, aprenda e aplique todas as normas de Etiqueta e bom comportamento social à mesa, sem afetação e sem comentários, mesmo com amigos mais próximos. Demonstrar sua preocupação com essas normas ou tocar nesse assunto pode azedar o relacionamento para sempre. Praticar, dar o exemplo, mas não mencionar nem discutir o assunto com ninguém, exceto com a professora da matéria, se houver.

24.  Não ignorar propositadamente nenhum colega. Aprender que o preconceito contra outra pessoa na maioria das vezes é resultado da falta de aproximação e melhor conhecimento..  

25.  Ter na mochila um saquinho de plástico onde recolher papel amassado, lenço usado, lascas do apontamento de lápis, e outro lixinho eventual.

26.  Zelar pelo patrimônio da Escola; não bater as portas, não escrever nas paredes ou cravar o nome nas mesas ou carteiras escolares, não acionar com violência interruptores, fechaduras, ou qualquer outro equipamento.

27.  Não fechar os cadernos e livros, recolher o material de estudo e correr o fecho da mochila antes que a aula esteja terminada. Apronte-se para sair sem mostras notórias de alívio pelo final da aula.

28.  Deitar cedo para levantar-se bem disposto e não dormir durante as aulas.

29.  Não mascar goma, comer ou beber durante a aula, reservando o lanche para os intervalos .

30.  Não tentar personalizar sua resposta à chamada de presença feita pelo professor. Dizer simplesmente “presente” e responder ao seu “Bom-dia” em coro com os colegas, com voz natural e na altura própria.

31.  Não usar palavrão, nem gíria, nem os bordões que os humoristas da Televisão têm orgulho em inventar e fazer virar moda.

32.  Não incomodar os colegas pedindo todo o tempo alguma coisa emprestada: caneta, régua, borracha, etc. Ou pior, pegar coisas por empréstimo sem pedir primeiro.

33.  Não segurar lugar para colegas retardatários no auditório, na lanchonete ou restaurante da Escola

34. Assinar e colocar comentários gentis no caderno de recordações que lhe for apresentado por um colega.

 

anterior << PÁGINAS 1 2

Rubem Queiroz Cobra

Início em 07/03/2008

Direitos reservados.
 
Para citar este texto: Cobra, Rubem Q. - Boas-maneiras e Etiqueta na Escola. Site www.cobra.pages.nom.br, INTERNET, Brasília, 2008 
("www.geocities.com/cobra_pages" é "Mirror Site" de www.cobra.pages.nom.br).

Utilize a barra de rolagem desta janela de texto para ver as NOVIDADES DO SITE
Obrigado por visitar COBRA PAGES