COBRA PAGES
e seus objetivos
 

reg.

COBRA PAGES: páginas em Educação e Cultura
Filosofia Moderna -  Filosofia Contemporânea - Filosofia no Brasil - Temas de Filosofia - Psicologia e Filosofia da Educação - Teatro Pedagógico - Higiene - Boas Maneiras e Etiqueta - Contos - Restauro - Genealogia - Geologia - Livros do Autor - CONTACTO - ÍNDICE

 

PMF-perguntas
mais freqüentes


Quem somos

 

Boa Educação no Trânsito: o que você pensa da FAIXA DE PEDESTRES? Para saber mais clique AQUI.

 
 

NOVIDADES DO SITE

..

BODAS

BODAS: presentes

BODAS - Ritual da Missa

     

BODAS - Ritual da Missa

Página escrita por
Rubem Queiroz Cobra
(Site original: www.cobra.pages.nom.br)

Nos principais aniversários do Matrimônio, como por exemplo, as bodas de 10, 25, 50, anos, é oportuno fazer uma especial comemoração do sacramento, celebrando a Missa própria com as orações indicadas no Missal Romano e acrescidas de orações especiais que podem ser compostas para a ocasião. Passo aos leitores de Cobra Pages alguns modelos de orações pertinentes aos aniversários referidos, que retirei de alguns folhetos religiosos, inclusive da missa de bodas de ouro dos meus pais. O roteiro básico pode ser o da missa do domingo anterior ao aniversário, ou de outras missas como a missa especial da Sagrada Família, e o texto final aprovado pelo sacerdote celebrante. Esta página é complemento da minha página Bodas.
 
ANÚNCIO OU INTRODUÇÃO

Comentarista: Prezados Amigos, Visitantes e membros de nossa Comunidade.
Hoje é um dia muito especial para a família de Deus. Estamos celebrando as Bodas de (Prata, Ouro) de X e Y, que a (25, 50) anos atrás, envolvidos pelo amor, pelo sonho e pelo compromisso, decidiram juntar suas vidas e chegaram até o altar do Senhor para serem abençoados. Hoje, depois de muitas dificuldades e alegrias, junto com os frutos abençoados por Deus, os seus filhos provam a força do amor, comemorando anos de casados. Celebremos com alegria.

ACOLHIDA

Comentarista: Movidos pela alegria do encontro da fé em Deus e na vida, familiares, amigos e conterrâneos se fazem presentes para celebrar o querido casal X e Y, que hoje completa Bodas de (Prata, Ouro). Ao exaltar a presença de Jesus, com a benção do nosso estimado celebrante, P. __, sentimos o acolhimento divino a nos oferecer a ocasião para pensarmos no tanto que temos de razões para agradecer a generosidade de Deus na arte de viver.
RITOS INICIAIS

1. CANTO DE ENTRADA (a escolher)

Cortejo de entrada do celebrante (os coroinhas portando duas lanternas elevadas de cabos longos, os ministros da Eucaristia, o concelebrante e o sacerdote)

MÚSICA para entrada dos padrinhos e dos filhos (Melodia: Irmão Sol, Irmão Lua, por exemplo) 

Entrada dos Padrinhos (como em uma cerimônia de casamento)

Comentarista: (Havendo filhos casados): Nesta celebração, X e Y querem bendizer a Deus, pois a chama do seu lar, como a do Círio Pascal, se propagou para acender outros lares, onde brotaram novos louvores. Com alegria, vamos recebê-los:

Entrada dos filhos, genros, noras e netos do casal aniversariante, pela ordem de idade dos filhos.

Pausa.

MÚSICA para entrada do casal (Melodia: Ave Maria, de Charles Gounod, por exemplo).

Entram X e Y.cujas bodas de casamento são celebradas.

Deus lhes concede a graça transformando a prata em ouro.

Celebrante: (após o casal alcançar o lugar que lhes foi reservado e cessada a musica) Estamos aqui reunidos, para celebrar as bodas matrimoniais de X e Y. Que Deus nos ilumine com a sua luz e nos inspire sentimentos de júbilo e gratidão. Que em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo todos sejam bem-vindos.

Todos:: Amém!

Celebrante: Que seja bem-vindo, na plenitude do Deus da esperança e do amor, este casal

Todos:: Bendito seja Deus que em amor reconheceu nos seres humanos a sua imagem e semelhança para que pudéssemos divinizar a vida.

MÚSICA DE ACOLHIDA (Canto: Em nome do Pai! Em nome do Filho! Em nome do Espírito Santo, estamos aqui”, por exemplo)

2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE (conforme o folheto do domingo anterior):

Comentarista:

(PARA BODAS DE PRATA) As famílias X e Y estão aqui reunidas com imensa alegria para realizar esta celebração de Ação de Graças pelos 25 anos de vida matrimonial do casal X e Y. Foi um dia como este que tudo começou. Uma aliança feita junto ao altar do Senhor e selada com sua benção. Benção que fez desta aliança um sacramento. Eram dois e o sacramento os tornou um só. E, serão os dois uma só carne. Uma união tão íntima, vivida no amor que se converteu em resposta à palavra do Senhor: “O que Deus uniu o homem não separa”.

(PARA BODAS DE OURO) As famílias X e Y estão aqui reunidas com imensa alegria para realizar esta celebração de Ação de Graças pelos 25 anos de vida matrimonial do casal X e Y. Hoje, mais amadurecidos e coroados dos filhos, buscam mais uma vez proclamar, que acreditam na vocação matrimonial, na felicidade, no amor e nas graças do sacramento do matrimônio, que é doação mútua. Muitas foram às alegrias, inúmeros os momentos difíceis e as provações, muitos os desafios. E agora estamos aqui bem unidos a eles para ajudá-los a agradecer.
Agradecer a Deus pela contínua presença na vida deles. Agradecer a Deus pelas maravilhas que ele realizou nesses anos de caminhada no amor, fazendo-se companheiros e amigos deles.
Sejam bem vindos todos os que prestigiaram o casal X e Y com suas presenças, os que vivenciaram, de uma maneira ou de outra, a presença de Deus em suas vidas.

Mensagem de Acolhida dos filhos:

Um dos filhos: Vocês, papai e mamãe são a fonte de nossa alegria, especialmente nesta data em que celebramos 25 anos de vossa união. Obrigado Senhor por manter unidos este casal que nos criou no amor e na fé, na firmeza e acima de tudo, na alegria do lar que os dois construíram.

3. ATO PENITENCIAL (conforme o folheto do domingo anterior).

4. GLÓRIA (conforme o folheto do domingo anterior).

HINO DE LOUVOR (Escolher)
 
5. ORAÇÃO DO DIA (conforme o folheto do domingo anterior).

LITURGIA DA PALAVRA
 
Comentarista: A Bíblia contém a mente de Deus, a condição do homem, no caminho da salvação, a condenação dos pecadores e a felicidade dos crentes. Ela contém luz para nos guiar, alimento para nos sustentar e consolo para nos animar. Cristo é o seu grande tema. Vamos acolher a palavra de Deus. Fiquemos de pé e vamos abrir os nossos corações para receber a Bíblia Sagrada, magnífica carta de amor de Deus para nós, seus filhos. 

CANTO durante a entrada da Bíblia (levada até o presbitério e entregue ao sacerdote por um dos participantes):

Comentarista:
Deus é Amor! Todos os dons dependem do amor, não podem substituí-lo, e sem ele nada significam. O amor é à força de Deus e também a força da pessoa aliada a Deus. E é o caminho que ultrapassa todos os dons e ao qual todos os membros de uma comunidade devem aspirar. O amor é eterno e transcende o tempo e o espaço porque é a vida do próprio Deus, vida da qual o cristão já participa.

6. LEITURA (própria do dia, ou escolhida outra, com ciência do sacerdote) poderá ser lida por um dos filhos ou por um parente ou amigo. Ao final :
Palavra do Senhor!
Todos:: Graças a Deus!


7. SALMO RESPONSORIAL (texto e refrão conforme o folheto. Poderá ser dispensado, juntamente com a segunda leitura, pelo sacerdote).
 
8. 2a. LEITURA (Se houver, procede-se como na primeira)
 
9. CANTO DE ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

10. PROCLAMACAO DO EVANGELHO (Conforme o folheto do domingo, mas pode ser outro, com a permissão do sacerdote.
Comentarista: Ouçamos de pé as palavras do Evangelho)
  
Celebrante: O Senhor esteja convosco
Todos:: Ele está no meio de nós!

Celebrante: Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por Mateus.
Todos:: Glória a vós, Senhor!

Celebrante: (leitura do evangelho). Ao final: Palavra da Salvação!
Todos:: Glória a Vós, Senhor!

11. HOMILIA

RENOVAÇÃO DO COMPROMISSO
 
RENOVAÇÃO DO COMPROMISSO (após a homilia poderá ser renovado o compromisso do casamento, mais adequado aos primeiros aniversários até o de 25 anos). (3).
Renovação do Compromisso
3) Depois das leituras e da homilia, o celebrante convida os esposos a orar em silêncio e a renovar diante de Deus o propósito de viverem santamente o Matrimônio, dizendo estas palavras ou outras semelhantes:
Ocorrendo o aniversário da celebração do sacramento do Matrimônio, em que unistes as vossas vidas com um vínculo indissolúvel, desejais agora renovar diante do Senhor os compromissos que então assumistes. A fim de que estes compromissos sejam confirmados com a graça divina, orai ao Senhor no íntimo do vosso coração.
Os cônjuges renovam em silêncio o seu compromisso.
 

Se, porém, parecer oportuno e os esposos quiserem renovar em voz alta o seu compromisso, procede-se do seguinte modo:
O esposo:
Bendito sejais, Senhor, que me concedestes a graça de receber N. por minha esposa.
A esposa:
Bendito sejais, Senhor, que me concedestes a graça de receber N. por meu esposo.
Ambos:
Bendito sejais, Senhor, porque nos assististes com a vossa graça nos momentos felizes e nos momentos difíceis da nossa vida. Ajudai-nos, nós Vos pedimos, a conservar fielmente o amor recíproco, para que sejamos testemunhas fiéis da aliança, que contraístes com os homens.
O sacerdote:
O Senhor vos guarde em todos os dias da vossa vida. Seja o vosso conforto na tristeza e auxílio na prosperidade, e encha a vossa casa com a abundância das suas bênçãos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.
R. Amém.

BENÇÃO DAS ALIANÇAS

Entrada das alianças (musica somente instrumental):
Uma pessoa convidada para a função, uma criança ou um dos filhos, entra com as alianças. Se as alianças são as mesmas que o casal usa, a pessoa convidada não entra pelo centr4o da nave mas se aproxima lateralmente com levando uma patena e o casal renove as alianças dos dedos para serem abençoadas pelo sacerdote nesta bandejinha.

Bênção das alianças
Então o celebrante, conforme as circunstâncias, diz a oração de bênção:
Fortalecei e santificai, Senhor, o amor dos vossos servos, para que, entregando um ao outro estas alianças, em sinal de fidelidade, progridam sempre na graça do sacramento. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.
R. Amem.
Entrega das Alianças
O marido coloca a aliança no dedo da esposa dizendo:
X: Y, recebe novamente esta aliança em sinal do meu amor e da minha fidelidade. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
 
A esposa coloca a aliança no dedo do marido dizendo:
Y: X, recebe novamente esta aliança em sinal do meu amor e da minha fidelidade. Em nome do Pai, do Filho e dos Espírito Santo.

Celebrante: Senhor, abençoai e santificai o amor destes vossos filhos. Que estas alianças lhes sejam um sinal perene da mútua afeição e graça do sacramento. Por Jesus Cristo, nosso Senhor.
Todos:: Amém!
CANTO (a escolher)
 

12.PROFISSÃO DE FÉ.

Todos: Creio em Deus Pai...

 

13. ORAÇÃO DA ASSEMBLÉIA (Oração composta para a ocasião com aprovação do sacerdote) Exemplo:

Celebrante: Invoquemos a misericórdia de Deus Pai todo-poderoso, que, na sua admirável providência, quis que a história da salvação fosse simbolizada pelo amor, fidelidade (e fecundidade) conjugal. Digamos com humilde confiança:
R. Renovai, Senhor, a fidelidade dos vossos servos.
Pai santo, Deus fiel, que pedis e recompensais a fidelidade à vossa aliança, enriquecei com a abundância das vossas bênçãos estes vossos servos que celebram o (vigésimo quinto, qüinquagésimo, sexagésimo) aniversário do seu Matrimônio;
R. Renovai, Senhor, a fidelidade dos vossos servos.
Pai santo, que viveis eternamente com o Filho e o Espírito Santo, em plena unidade de vida e comunhão de amor, fazei que estes vossos servos recordem sempre e observem fielmente a aliança de amor que firmaram no sacramento do Matrimônio;
R. Renovai, Senhor, a fidelidade dos vossos servos.
Pai santo, que, na vossa admirável providência, ordenais todos os acontecimentos da vida humana de modo a orientar os fiéis para a participação no mistério de Cristo, fazei que estes vossos servos, aceitando serenamente as prosperidades e as adversidades da vida, fortaleçam a sua união com Cristo e vivam só para Ele;
R. Renovai, Senhor, a fidelidade dos vossos servos.
Pai santo, que, na vossa inefável sabedoria, quisestes que o Matrimônio fosse um testemunho de vida cristã, fazei que todos os esposos sejam no mundo testemunhas do mistério de amor do vosso Filho;
 

O celebrante diz em seguida esta oração:  
Deus eterno e onipotente, que, pela vossa admirável providência, sois o princípio e o fundamento da comunidade familiar, escutai benignamente as súplicas dos vossos servos e fazei que, seguindo os exemplos da Sagrada Família, possam um dia louvar-Vos eternamente na alegria da vossa morada celeste. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.
R. Amém.

LITURGIA EUCARÍSTICA OU SACRAMENTAL

14. CANTO E PROCISSÃO DAS OFERENDAS
(Sentados) Na liturgia eucarística faz-se tudo como se indica no Ordinário da Missa, excepto o que adiante se apresenta. Na apresentação dos dons, os esposos, conforme as circunstâncias, podem levar ao altar o pão, o vinho e a água.

CANTO (a escolher)

15. Celebrante: Orai, irmãos e irmãs (Segue o folheto do domingo anterior).
Todos:: Amém!
 

16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS (Segue o folheto do domingo anterior).

17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA. (Segue o folheto do domingo anterior).
Celebrante: Por Cristo, com Cristo e em Cristo, a vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória, agora e para sempre.
Todos:: Amém.
 

PAI-NOSSO
 

CANTO (a escolher)

Depois do Pai nosso, omitindo o "Livrai-nos de todo o mal, Senhor", o celebrante, voltado para os esposos, diz, de braços abertos:
Nós Vos louvamos e bendizemos, Deus, criador do universo, que no princípio do mundo formastes o homem e a mulher, para constituírem uma comunidade de vida e de amor; nós Vos damos graças, porque Vos dignastes abençoar a união familiar dos vossos servos N. e N., para se tornarem imagem da união de Cristo com a sua Igreja. Vós que os conservastes unidos pelo amor nas alegrias e trabalhos, olhai hoje para eles com bondade: renovai constantemente a sua aliança nupcial, aumentai o seu amor e fortalecei-os pelo vínculo da paz, para que (, juntamente com os filhos que os rodeiam,) gozem sempre da vossa bênção. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.
R. Amen.
Depois de "A paz do Senhor esteja sempre convosco", conforme as circunstâncias e de acordo com os costumes do lugar, os esposos e todas as pessoas presentes dão entre si o sinal da paz e da caridade, do modo mais conveniente.
(Os cumprimentos de paz ficam para o final da celebração)
Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo,
tende piedade de nós! (bis)
Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo,
dai-nos a paz!
 
18. RITO DA COMUNHÃO

19. CANTO DE COMUNHÃO (Conforme o folheto do domingo anterior ou a escolher, com aprovação.)
Procede-se segundo ritual da Santa Missa
Os esposos podem comungar sob as duas espécies.
 

20. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO (Conforme o folheto do domingo anterior ou a escolher, com aprovação) .
Uma oração de Ação de Graças especial para a ocasião poderá ser lida, com prévia aprovação do sacerdote.

 

RITOS FINAIS

21. AVISOS (não avisos da paróquia, mas relativos a comemoração, por exemplo, um convite a que os participantes se dirijam a uma recepção, informação do local, etc.)

22.BENÇÃO FINAL

No fim da Missa, o celebrante abençoa os esposos e todos os presentes, ou na forma habitual, como no folheto básico, ou com a fórmula mais solene que sugiro abaixo, com destaque para o casal:

O celebrante, aproximando-se do casal que está de pé como toda a assembléia, estende as mãos sobre os esposos e diz:

Celebrante: Que Deus Pai, criador do céu e da terra, vos conceda a Sua alegria!
Todos:: Amém!
Celebrante: O Filho unigênito de Deus, com sua generosidade, esteja ao vosso lado em todas as circunstâncias.
Todos:: Amém!
Celebrante: Que o Espírito Santo derrame, sem cessar, a solidariedade em vossos corações!
Todos:: Amém!
Celebrante (dirigindo-se à Assembléia): E a todos vós aqui reunidos, abençoe-vos Deus todo poderoso, Pai e Filho e Espírito Santo!
Todos:: Amém!
Celebrante: Proclamai a todos o amor de Deus! Ide em paz e que o senhor vos acompanhe!
Todos:: Graças a Deus!

Textos coletados de sites católicos e compatibilizados por
Rubem Queiroz Cobra

Página lançada em 06/09/2010

Direitos reservados. Texto impresso original depositado no Escritório de Direitos Autorais da Biblioteca Nacional.
Para citar este texto:
Cobra, Rubem Q. - Bodas: ritual da Missa.. Site www.cobra.pages.nom.br, INTERNET, Brasília, 2010 
("www.geocities.com/cobra_pages" é "Mirror Site" de www.cobra.pages.nom.br).

Utilize a barra de rolagem desta janela de texto para ver as NOVIDADES DO SITE
Obrigado por visitar COBRA PAGES